CHINA SERÁ RESPONSÁVEL POR 30% DAS VENDAS MUNDIAIS DE AUTOS EM 2020 ! Fonte: KPMG via ChinaCarTimes

Comentário do Taco: lá venho eu de novo re-reportar  previsões do mercado chinês no ano 2020, conforme análise da KPMG, e divulgado também pelo site chinês ChinaCarTimes do e-amigo Ash Sutcliffe. É importante destacar que o Ash é um inglês que mora na China, e tem toda credibilidade para referendar essas previsões ! Como não há contestação por parte dele, essa previsão deve ter muita consistência, além de ter sido feita pela KPMG !

Olhando para mercado externo a China almeja exportar 2 milhões de veículos nos próximos 3 a 5 anos ! Isso seria metade do mercado interno brasileiro atual ! Se a China atingir 25 milhões de veículos no mercado interno até 2020, essa exportação seria algo menor que 10% do volume interno da China ! Isso vai custar muito e demandar um talento de mercado externo que a China terá que desenvolver, principalmente no ocidente !

========================================================================================

Abaixo artigo KPMG traduzido. I did my best !

Um estudo/pesquisa recente da KPMG indica que o mercado chinês vai continuar a se expandir consideravelmente,  assim deverá ser responsável  ​​por 30% das vendas globais de automóveis em 2020.

O estudo realizado pela KPMG destaca vários pontos-chave para o desenvolvimento da indústria automobilística chinesa, que vai coincidir com o desenvolvimento de outros mercados do BRIC que a KMPG acredita beneficiará os dez maiores fabricantes OEM da  China e em menor grau para os dez seguintes.

Andrew Thomson, chefe do setor de automóveis para Ásia-Pacífico e China e um dos sócios da KPMG China, diz: “Os consumidores de automóveis chineses têm grandes expectativas e estão cada vez mais ansiosos para ter mais opções disponíveis  em seus veículos, uma ampla variedade de produtos para escolher e bom serviços de redes de concessionários aprimorados. A China oferece um ambiente com um certo status de “greenfield” e oportunidades, para ser explorado pelos fabricantes de automóveis. ”

A pesquisa altamente abrangente também toca em gostos de design chinês, onde verificou-se que os consumidores chineses classificaram projetos de veículos urbanos como sua principal prioridade na escolha de um novo veículo. Thomson explica: “A expansão fenomenal de cidades na China está colocando pressão sobre a infra-estrutura e nossa previsão é que haverá uma maior demanda por soluções como a melhoria da conectividade, materiais leves, motorizações alternativas e até mesmo para carros de auto-copara evitar congestionamentos e poluição. ”

As exportações de automóveis chineses podem ter caído um pouco em 2013 devido às más condições econômicas nos principais mercados internacionais, como o Brasil e outros mercados sul-americanos. Os participantes ds pesquisa da KPMG estão confiantes de que a China vai aumentar suas exportações de automóveis nos próximos dois anos, a maioria dos entrevistados (mais de 47%) indicou que o mercado chinês exportações poderá atingir 2 milhões de unidades nos próximos 3 a 5 anos (metade do mercado interno brasileiro !). Thomson acrescentou: “Não parece provável que a China venha a combinar essas expectativas ousadas, como um grande empurrão na exportação – especialmente nos mercados de automóveis mais maduros – exigiria esforços significativos para melhorar não só a qualidade, mas também a percepção da marca e redes de distribuição.” Os atuais principais destinos de exportação de carros chineses são a Rússia, Brasil, Irã e Venezuela, assim como os mercados norte-Africano e do Oriente Médio, onde há um boom econômico nos mercados ‘Post Primavera Árabe’.

Enquanto isso, uma maioria significativa dos entrevistados vê os mercados emergentes como um grande motor de crescimento para a indústria automobilística: 85 por cento dizem que o crescimento nos BRICs e outros mercados potencialmente de alto crescimento é a maior tendência da  indústria até 2015.

Ainda que os planejamentos  das marcas de automóveis chinesas  para entrarem em mercados maduros ocidentais podem ter tropeçado, os seus próprios mercados domésticos parecem ter muito potencial remanescente que se reflete na alta proporção de empresas que planejam aumentar seus investimentos na China. A China ainda é classificada como o mercado número para destino de investimentos, percepção de 73% dos entrevistados dentro das nações do BRIC.

Separadamente, a pesquisa observa que o crescimento orgânico ultrapassou joint ventures e parcerias, como a estratégia de negócios mais favorecidos. Em 2013, os entrevistados colocaram joint ventures e alianças como a abordagem principal, enquanto o crescimento orgânico agora encabeça a lista, 84 por cento dos OEMs a partir dos países da tríade (NAFTA, União Européia, Japão, Coréia do Sul, Hong Kong e Taiwan) destacam o crescimento orgânico como a sua principal estratégia de negócio.

Esta resposta pode ser um resultado de desafios que estão sendo vivenciados em parcerias atuais,  integrações e gengivas de sinergias. No entanto, os entrevistados indicam que joint ventures, alianças e fusões e aquisições são mais prováveis ​​na China, para as demais regiões, resto da Ásia e América Central e do Sul, isso deve ocorrer nos próximos 5 anos, até 2019. Essas observações refletem a natureza evolutiva dessas regiões, e como os novos players e os já  existentes se esforçam para ganhar posições de liderança.

Thomson conclui: “Mais uma vez, a nossa pesquisa destaca a natureza dinâmica e desafiadora da indústria automotiva. A China continua a ser um foco importante para quase todos os OEM e as perspectivas continuam a olhar brilhante para o futuro. Enquanto OEMs chinesas continuam a fazer progressos, as perguntas permanecem a respeito de seu desenvolvimento futuro. Enquanto isso, os seus homólogos estrangeiros continuam a liderar o mercado chinês. Como a indústria automobilística se torna mais global, será interessante ver os que emergirão como vencedores e perdedores na China “.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s