SETOR AUTOMOTIVO – A VERDADEIRA DANÇA DOS TRONOS !

Comentário do Taco: analisando a reportagem abaixo, vejo que um ciclo de executivos esteja sendo encerrado, nas principais automotivas do mundo. A que me chama mais atenção é a auto-avaliação do Ghosn, que já percebeu que a missão está concluída, e que seria bem salutar para a Nissan um sangue novo, e para ele, um descanso parcial, já que deve continuar com a Renault, assim se conclui com base na matéria da AB. A Renault parece bem encaminhada, os automóveis estão melhorando a passos largos, a imagem dela, com os resultados da Fórmula 1, está em condição de explorar o prestílio e reputacao

​Cliente:     Café com Notícias

​Veículo:​Automotive Business – SP

​Data​19/12/2013​             Seção: Notícias

Ano terá trocas de CEOs em montadoras

Vários presidentes mundiais serão substituídos

PEDRO KUTNEY, AB

Em 2014 deve acontecer a maior rotatividade de CEOs mundiais de montadoras de que se tem notícia nos últimos anos. A maior parte dessas trocas foi anunciada este ano. Já está certo que PSA Peugeot Citroën, General Motors, Paccar, AvtoVaz e GAZ terão novos comandantes globais no ano que vem. Também são esperadas mudanças importantes na Ford e na Aliança Renault Nissan.

A primeira troca será em Detroit, Estados Unidos, na sede da GM, onde Mary Barra assume já em janeiro o lugar de Dan Akerson. Ela será a primeira mulher guindada ao posto de CEO global de uma montadora – e também a primeira presidente a subir da engenharia da companhia desde o curto período na presidência de Bob Stemple, de 1990 a 1992.

Em Paris, França, Philippe Varin deixará a presidência durante 2014 para entregar seu posto no comando da PSA Peugeot Citroën ao português Carlos Tavares, que em agosto de 2013 deixou a Renault, onde era o COO, número dois da escala de comando da companhia.

Na AvtoVaz, maior fabricante de veículos da Rússia, que passa a ser controlada pela Renault, quem assume o comando em 2014 é o sueco Bo Anderson, que já foi o chefe mundial de compras da GM e, em 2009, assumiu a presidência de outra montadora russa, a GAZ, segunda maior do país. Anderson será o primeiro estrangeiro a comandar a AvtoVaz – no Brasil conhecida pelos carros Lada, como o SUV Niva. Por consequência, a GAZ terá de arranjar outro CEO em breve, para dar continuidade ao trabalho de recuperação que foi promovido por Anderson em seus quatro anos no comando.

Na fabricante de caminhões Paccar – dona da marca DAF que iniciou este ano a produção no Brasil –, em abril próximo Mark Piggott colocará fim ao seu período de 17 anos à frente da companhia americana. O novo CEO já está indicado: será Ronald Armstrong, atualmente presidente da Paccar.

Essas serão as primeiras trocas de CEOs de 2014, mas é provável que não sejam as únicas. O chefe da Aliança Renault Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, vem falando publicamente sobre seu desejo de colocar um japonês no comando da Nissan e dessa forma deixar uma das duas cadeiras de CEO que ocupa atualmente. Outra mudança esperada é na Ford: especula-se que Alan Mulally vai deixar a presidência para assumir o lugar de Steve Balmer na Microsoft. Mas até agora o presidente mundial da Ford garante que fica até o fim de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s